Vida


Foto: Lafides

VIDA
(Rita Costa)

Capto a vida
com todos os sentidos.
Decodifico cada um,
formo sensações;...
transformo algumas
em saudades
E os sentidos...
não me impedem de sofrer.

Sinto a vida!

Sinto e ponho em palavras...
emoções de viver...

.
.
.

18 comentário(s):

Sabrith disse...

Adorei a forma de brincar com as palavras...
Bom final de semana!

EternaApaixonada disse...

*****

Ah! A ferramenta funciona msmo!
Vi que atualizou! E corri para ler!
Lindo como define a vida, Rita!
Que seja sempre feliz!

Tenha um fim de semana de muito amor!
Beijos

*****

Cleo disse...

Decodificando a vida em sensações...
mas estas não impedem o sofrimento.

é verdade, que lindo colocado em palavras feito poesia.

Beijos, Rita e um lindo final de semana.
Cleo

Luciano. disse...

Olá Rita1

Mudei algumas coisas no meu layout e também o endereço do blog. Passou de www.cadernosdemattar.com para www.cadernosdemattar.blogspot.com. o nome continua o mesmo Cadernos de Mattar.
Gostaria que você atualizasse o meu novo endereço em seu site.

Um abraço e paz.

Lunna Montez'zinny disse...

Uma poesia em plena segunda-feira nos pedindo um pouco de atenção para com nossas linhas... A vida é esse pulsar desorientado que nem sempre são fáceis de serem interpretados. A vida é uma margem com o rio brincando com ela o tempo todo. Gosto disso. Bela poesia para este dia nublado. Abraços meus

dácio jaegger & Georgia disse...

Rita, bom dia, esta linda fonte de poesia está linkada a seu pedido. Obrigado por estar participando da blogagem da adoção. Obrigado pela exibição do selo. Abraço.

Eloah Borda disse...

Rita, comentar, elogiar teus poemas, é repetir-me, pois sabes o quanto os aprecio - eu não apenas os leio, também os "decodifico", e os sinto em sua plenitude.

Grande abraço.
Eloah

André L. Soares disse...

Minha Poetisa,... esse é um dos poemas que mais gosto. Conheço-o já faz um bom tempo e sei ue ele bem traduz seu modo de vivenciar a poesia, tirando-a de cada sensação do seu dia, de cada momento suave, das coisas que, se para muitos passam desapercebidas, a você se configuram em matéria-prima de sua arte.

Beijussssssssssssss!!!

Recanto de Sonhos disse...

E as suas palavras me fazem sentir e
viver...
Bonitos e profundos os seus versos,
Rita.
Um ótimo dia pra você.
Beijos.

Canto da Boca disse...

Que deliciosa e profunda forma de captar a vida: "com todos os sentidos"; o fazer e refazer diante do que temos e até do que nao temos, mas gostaríamos e ter.
A sua humanidade transcende a pseudo distancia da tela.
Lindo, linda!
Um beijo imenso e foi um prazer tê-la no Canto, assim como vir aqui senti-la.
;)

Tyellë disse...

é inefável...
não tenho palavras para descrever a sensação de estar aqui e ler esses belos poemas...

belíssimos

parabéns

bjos

LOURO disse...

Olá Rita, belo poema,gostei...
Bom fim de semana.
beijos de carinho
Lourenço

LOURO disse...

Olá Rita, belo poema,gostei...
Bom fim de semana.
beijos de carinho
Lourenço

joao Assis disse...

Viver a vida,senti-la,que belas sensações,reparar naqueles minimos detalhes,á quem ninguém vê,ou não quer,isso faz muito bem.
Um forte abraço.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá Rita, belíssimo poema...Maravilhoso...Adorei!
Beijinhos,
Fernandinha

Rosangela A. Santos disse...

Adorei ..

simples e cheio de significados ..

Parabéns..

http://www.analucianicolau.adv.br

Anny disse...

Muito bom o seu poema. Adorei.
Parabéns!

Francisco Castro disse...

Olá, lindo poema que retrata fielmente a sensibilidade poética com o dom mais importante quue se tem que é a vida. A vida é a áurea de todo o universo. Sem a vida não existe significado para nada.

Abraços

Francisco Castro

0

Em defesa dos Direitos Autorais, a Lei Federal 9.610/98 proíbe expressamente: a) uso comercial dos textos, sem autorização do autor; b) alteração ou criação de obras derivadas; c) exposição dos textos, sem a citação do nome do autor.