Poesia em átimos



Foto: Rita Costa

POESIA EM ÁTIMOS
(Rita Costa)

Existe sempre
a possibilidade
de se perpetuar em poesia
o inesperado que compõe
a paisagem da hora.
Embora no universo
tudo aconteça em ciclos,
há sempre uma escolha,
apesar de chegarem
e partirem as palavras.

Até mesmo em manhãs
que antecedem o inverno,
uma simples ave,
na intenção de pousar
sobre um telhado de zinco,
ao cruzar o céu cinzento
com seu rítmico balé,
expõe um instante poético.

Porém,...
para que se perpetue
a alma de uma imagem
que a poesia delineia
é preciso preencher
a horizontalidade dos versos,
com a amplitude
do sentimento vívido,
no segundo em que
nos permitimos caber
no silêncio instaurado
do próprio olhar.

16 comentário(s):

Claudia Perotti disse...

Uma imagem que nos remete ao encantamento, a inspiração!
E tuas letras seguem esse encantamento intensificando-o.

Beijinhssssssssss

Ivan Daniel disse...

Concordo plenamente com tuas palavras, Rita. Um abraço.

Mente sem Máscaras disse...

certo, estou interessado sim. Como funciona isso??
ate mais.
aaa vc tem email ou algo que eu possa entrar em contato?

Layla Lauar disse...

Quisera eu ter este dom, assim como você, de perpetuar momentos em poesia. Lindo poema!

beijos

janao disse...

lindo lindo lindo!! \o/

cathy disse...

cada poesia mais linda que a outra!! amei! foi um prazer conhecer esse blog! beijos

Mara* disse...

Rita, seus links estão devidamente corrigidos nos meus três blogs, obrigada pela lembraça. Aproveito para alertá-la para que faça uma correção no código html deste seu blog, pois, pelo navegador Internet Explorer ele abre todo defeituoso, com as colunas desalinhadas, pelo Firefox está normal. O outro,'Natureza Poética' está perfeito nos dois.

beijão

New disse...

Olá!
Bom resti ho de páscoa prá você. Muita paz, amor, harmonia e fartura.
Qto ao blog, realmente, terei de achar tempo prá mudar o template.. vaiser o jeito. É uma droga isso, né? Por enquanto vai ficar assim, é o jeito.
Um abração.

Nilo Júnior disse...

Olá colega, o André L. Soares indicou vc para ser minha parceira, add seus dois links em meus blogs, quando puder add os meus, abraço...
http://radical2008.blogspot.com/
http://vemqueakitem.blogspot.com/

selma disse...

Rita,

Devolvendo a sua visita e emprestando suas encantadas palavras.
abraços
Selma

Carlos disse...

muito bom , estou começando a ler e apreciando seus escritos..muito dez..

João disse...

oi
seu blog esta muito legal
passe pelo meu blog tbm quando poder e se gostar, vamos fazer uma troca de links comigo pois o seu já lá esta.

Simone Costa disse...

Adorei sua página e poesias.... amo poesias!!! da uma olhadinha la na minha:

http://leiapoema.blogspot.com/

André L. Soares disse...

Ritinha, meu anjo lindo, primeiro quero pedir desculpas pela demora em vir aqui, comentar sua 'Poesia em Átimos'. Segundo, e aí já me referindo ao poema, devo dizer - reforçando o que a Layla falou acima -, você tem mesmo esse dom de transformar em poesia cada mínimo momento. Penso que sua visão de mundo funciona quase como uma câmera, captando cada minúcia, cada detalhe, valorizando essas belezas, as quais, aos olhos menos sensíveis, passam despercebidos; mas que, à luz do seu olhar, viram belos poemas.

Obrigado, também, por ser a poesia do meu coração. Beijussssssssssss!!!


André L. Soares
.
.
.

Gaia disse...

Seus poemas são imagens. Conheci o blog por acaso e adorei!!
beijos!

Mayara Lucena disse...

Adoreii o blog, já coloquei até o link no meu Blog! :)
Passem lá!

Bjosss :*

0

Em defesa dos Direitos Autorais, a Lei Federal 9.610/98 proíbe expressamente: a) uso comercial dos textos, sem autorização do autor; b) alteração ou criação de obras derivadas; c) exposição dos textos, sem a citação do nome do autor.